Author Topic: Transporte completo e integrado de pessoas (Bondes e maglevs) (pak64)  (Read 3601 times)

0 Members and 1 Guest are viewing this topic.

danielsouzat

  • Guest
Criei um jogo aonde eu pudesse em pouco tempo criar uma infraestrutura completa no mapa. Não estava interessado em ficar um tempão avançando de linha em linha. O capital inicial padrão do jogo é muito baixo (20 000). Como eu estava jogando pela diversão e aprendizado - como todos nós espero - trapacei e aumentei nas configurações o dinheiro inicial para um valor praticamente inesgotável. Se já é frustante criar um túnel ou uma linha por acidente imagina perder dinheiro com isso, que no jogo é igual a tempo. Eu realmente não estou disposto a perder tempo.

Nesse mapa as indústrias ficaram todas concentradas num canto do mapa, numa região bem acidentada. Mesmo assim a primeira coisa que fiz foi conectar tudo com ferrovias. Conectei vários níveis de produção juntando num total muitos trens e poucos trilhos. Mal sabia eu que o controle de tráfego não é digamos inteligente e o uso de sinais e várias linhas de trilho eram necessários, resultado congestionamento. Tudo bem, fui realizando pequenos ajustes até chegar a um ponto em que não haviam mais congestionamentos e um resultado bem satisfatório nas entregas. Dentre estes ajustes eu adicionei trechos e ligações à ferrovia, muitos dos quais nunca foram utilizados pelos trens. Apesar de tudo a minha loja de materiais estava quase sempre bem abastecida com aço, tábuas e concreto. E eu apesar de ter tentado com sinais fiz uma ferrovia 100% pura em relação a sinais e pontos de passagens. Caótica mas funcional. O que me leva aos bondes.

No início eu não tinhas muitas esperanças nos bondes, mas resolvi testa-los. Substitui todas as estradas de cascalho que ligavam as cidades por estradas rápidos, já que eu sou capitalista mas não penso só no lucro mas também na utilidade pública. Circundei todas as cidades com anéis rodoviários e realizei algumas pequenas mudanças urbanas como remover becos sem saída e conectar ruas internas. E então fui para a minha cidade principal Mariana, para construir minha primeira linha de bondes. Passei o trilho pelas ruas e construí o depósito. Como eu ainda não tinha me tocado das linhas de energia. Me espantei pelo depósito só oferecer alguns cavalos como locomotivas, mesmo assim eles eram até bonzinhos para um transporte urbano de pouca proporção e os coloquei para rodar. Fizeram um bom sucesso mas duraram pouco já que não demorei para sacar a das linhas de energia ligadas ao depósito.

Com o depósito eletrificado dei de cara com a revolução, talvez por desbalanceamento do jogo, os bondes são a solução ótima para o transporte urbano. Apesar de ter que construir trilhos e linhas de energia. Eles são muito ecônomicos. São velozes, aceleram rápido e furam o trânsito, apesar de não ter aparecido nenhum carro pelo meu mapa e dos ônibus não circulares provavelmente desempenharem velocidades mais altas. E o melhor de tudo, carregam muita gente em um só veiculo. Eu preferi o modelo GT-4S que apesar de não ser dos rápidos, gasta pouco mais de um dólar por quilômetro para carregar mais de 200 passageiros em um só veiculo.

Eu já tinha criado uma linha de maglev, conectando umas três cidades médias do mapa Joinville, Teresina e Barreiras. Apesar de estar me dando um bom prejuízo, eu gostei do maglev. Conectei tudo então em uma linha que circulava todo o mapa e abria ramificações para cidades pequenas. Deu um belo trabalho por causa do relevo. E fui então implementando uma a uma cada cidade do mapa com um transporte urbano de bondes que conectavam com suas estações suspensas de maglev. A cada cidade conectada um aumento exponencial no número de passageiros de maglev. E após tudo estar conectado o trem que eu tinha colocado em operação simplesmente passava longe de dar a conta de tudo e então eu o chamei para o depósito aonde adicionei vários vagões. E ainda assim eu não dava conta, então comprei outro trem e mandei seguir na mesma linha. Felizmente os trens, compartilhando a mesma programação e rodando em velocidades praticamente iguais, não conflitaram por estarem simultaneamente na mesma linha. Um ultrapassando o outro apenas algumas vezes enquanto o outro estavam dentro de uma das ramificações da linha.

O maglev se mostrou ser uma ótima solução para o transporte global de passageiros e correios - apesar deu não ter criado dentro das cidades logísticas para a coleta de correios. E os bondes uma ótima solução para o transporte urbano. Todos muito lucrativos, mais do que o transporte de mercadoria. Eu fiz algumas coisas diferentes dentro do jogo como por exemplo ligar Crato uma cidade distante do eixo do maglev e pequena com Teresina através de baldeação de bondes. Colocar um bonde para andar na ferrovia ligando Piracicaba com uma siderúrgica e uma madeireira.

Com este jogo logo eu aprendi que algumas coisas por mais que deem prejuízos, são essenciais para o funcionamento da economia que é necessário para que as outras linhas continuem dando lucro. Eu não vejo em nenhuma prospectiva o transporte de concreto que era feito com um veiculo de duas locomotivas diesel dar lucro, nem depois quando o substitui por um elétrico,  no entanto ele é necessário para que a concreteira continue produzindo.

Eu cheguei a currar de novo no jogo. Como o mapa inicialmente só possuía uma pequena turbina de geração de energia a vento que ficava do outro lado do mapa, eu fui e criei duas usinas solares bonitinhas com o jogador público. Incrivelmente a pesar de eu ter gastado muito dinheiro com nivelamento de terreno e erros de construção as linhas estavam dando um futuramento bom que em alguns poucos meses recuperaria o investimento. Apesar de tudo, fui lucrativo. Quem quiser dá uma olhada e me apontar meus erros ou até pegar umas ideias pode conferir o save deste jogo e algumas screenshots que tirei.

http://dl.dropbox.com/u/13204041/savegames_simutrans/1.sve
http://www.dropbox.com/gallery/13204041/2/simutrans/1-%20Maglevs%20e%20bondes?h=ddbc49

Depois eu baixei o nightly build do jogo e do pak128 e comecei a estruturar uma rede de transporte de pessoas urbana que misturava várias linhas de bonde e monotrilhos elevados. Tomei até o tempo para construir apenas os trilhos que seriam utilizados mas o programa travou no meio do jogo.